SEÇÃO 31 #31 – “Similitude”

S31_31_Similitude

O comandante Tucker está prestes a morrer! Para salvá-lo, medidas desesperadas levam Roberta Manaa, Thiago Maldonado (Diário do Capitão) e Waldomiro a acompanhar a criação de um polêmico clone!

Enquanto testemunhamos o drama e questionamentos éticos da história, nos perguntamos se esses foram de fato bem desenvolvidos no episódio. E aí, você tomaria as mesmas decisões do Archer? O Trip era mesmo o único grande engenheiro da nave? Sem ele a Terra estaria condenada? Forçou aí, né não?

Tentaremos entender se tudo isso faz mesmo algum sentido, ou se nos venderam uma história furada. Ainda que muito emocionante. Quer dizer, para alguns pelo menos!

 Estamos novamente no meio do arco Xindi, temos massagens eróticas vulcanas, um Dr. Phlox paternal, um velório com direito a torpedo de caixão, e o melhor de tudo: um beijo na boca do crush da adolescência, um pouquinho antes de morrer! 

Leitura da sinopse: Roberta Manaa

Tempo de duração: 89 min


Star Trek – Enterprise

“Similitude”


Sim_Thomas_meme


ADICIONE O NOSSO FEED

E-MAILS: Críticas, sugestões e afins para contato@secao31.com

Archer_WEB



COMPARTILHE!
  • Olavo Lima

    Eu curti Enterprise, é uma serie com bastante potencial, mas que só valeu para mim de fato na 4 temporada.

    Eu também faria o clone do trip, deveriam mesmo ter explorado o lance da amizade entre o capitão e ele.

    • Gordura do Ultra

      Teria sido muito melhor mesmo se tivesse abraçado esse lado egoísta do capitão desde o inicio , teríamos um clássico a nível de Tuvix , alias um dos problemas da série foi que os caras parecem terem arregrado com o tempo , se no Deep Space 9 os caras tinham mais coragem de por o dedo na ferida , com o tempo ficaram com mais medo da audiência , ficaram mais conservadores e deram esses vacilos , além dos produtores que também ficaram em cima também

  • Renata

    Olá,

    Depois algum tempo eu voltei. :)

    Nossa, me desculpem eu estava ouvindo o episódio até o momento que a Roberta diz que o que a Janeway fez é justificável e o que o Archer fez é questionável. Não dá pra mim, com todo respeito 😉

    Janeway tinha décadas da federação (e a sua filosofia) já estabelecida, o comportamento belicoso e irresponsável dele é inadmissível. Matar Tuvix foi a coisa mais inaceitável que eu já vi em Jornada nas Estrelas.

    Também não me agradam as coisas que o Archer fez, mas ao menos ele passa um episódio inteiro se arrependendo na quarta temporada. Quando que a Janeway se arrepende das coisas que ela faz? Só de ter feito todo mundo para no quadrante delta.

    Enfim, o episódio é bem forçado, mas é bacaninha. Poderia ter sido muito mais bem explorado.

    Um forte abraço a todos!

    • Renata

      E eu concordo com a Roberta quando ela diz que o episódio deveria ter discutido a questão da identidade. Teria sido muito interessante. 😉

    • Gordura do Ultra

      A situação de Tuvix é sinistro , afinal ele morre para voltar os dois personagens , realmente é reprovável , tanto que o episodio deixa bem claro quando mostra o Tuvix indo para a infermaria como que indo para a cadeira elétrica , toda a tripulação com vergonha de admitir que quer que o cara morra e nem consegue encarar ele e tudo mais , o episódio ao menos foi bom nesse quesito de mostrar que ali todos foram assassinos , nesse da enterprise senti um pouco falta disso , já o Archer acredito que nem foi erro do episódio e sim da própria série que ora mostra ele mais consciente e outros bem inconsequente , sendo a terceira temporada justifica as atitudes por causa da guerra , acho que foi mesmo uma forma de retratar a época que era do Bush querendo eliminar os terroristas a qualquer custo , então não deixa de ser um retrato de uma época.

  • Tartaruhga Muhtante

    O que me deixou puto com o final de Enterprise é que ele praticamente inutiliza a expectativa do final desse episódio.