Primeiras Impressões DEFINITIVAS | “Veritas” – Lower Decks

| Transcrito por: Paulo Cesar Ceglia & Waldomiro Vitorino

Aqui na coluna do SEÇÃO 31 intitulada Primeiras Impressões DEFINITIVAS, comandada pelo pessoal do Tá Bom ao Vivo, os comentaristas mais chapa-brancas objetivos e críticos da internet fazem breves comentários SEM SPOILERS (ou não) sobre um episódio recém-lançado da franquia Trek.

Episódio: “Veritas” – Star Trek: Lower Decks | S01E08

NOTA DO EDITOR: Uma vez que até o momento a CBS não conseguiu ninguém interessado em distribuir mundialmente a série os novos episódios de Lower Decks só estão disponíveis nos EUA e Canadá, a intrépida equipe do Tá Bom ao Vivo está tendo que que usar de meios “alternativos” para poder ter acesso à mais essa brilhante obra capitaneada pelo igualmente brilhante Alex Kurtzman.

As opiniões DEFINITIVAS

Bahia: Mais um espetáculo televisivo! Assim que o episódio acabou já fui assisti-lo de novo e de novo. Esse foi o mais maravilhoso dos maravilhosos episódios animados da história da televisão! Chorei tanto de emoção que ao final estava me sentindo a própria Nossa Senhora de Michael das Choradeiras. Só espero que o Pastor Ramirez não ache esse comentário blasfemo…

Goblin: Ai, chefinho, quantas quilos de referências por metro quadrado! E o Q, hein? Que entidade poderosíssima! Até no desenho ele faz o que quer! Parece até a nossa queridinha Michael, a mais empoderada das empoderadas. Aliás, faltam poucas semaninhas para matarmos as saudades dela… ai, ai…

Pastor Ramirez: Apesar do evidente exagero do Bahia e a comparação feita por ele que beira o sacrilégio, esse mais recente episódio de Lower Decks de fato merece um sonoro… TÁ BOM! Mas devo salientar que, depois de sermos apresentados à Nossa Senhora de Michael das Choradeiras em Discovery, passei a me incomodar muito em ver essas entidades de imenso poder aparecendo em Star Trek, tal qual o clássico e tradicional Q, que faz uma breve aparição aqui também. Acredito que seria de bom tom a franquia toda ser reescrita sem piedade, apagando todas essas entidades de sua história para sobrar apenas a nossa divina Padroeira das Lágrimas Infinitas no panteão de seres superiores. Ao final, não sobraria mais nenhum resquício nem mesmo do tão alardeado “Grande Pássaro da Galáxia”. Afinal, quem é ele perto Dela?!

Dino Trekker: RRROOALGH RRROOAAARRUUU RRRAUUUGHGH RRROUUOOOUAAAAAGH RRRRRRRR HHUUUUGH RRROAAAARL AAAGHAAAGHRRRRRLLL RRRUUUGHGH RRROOOURL OOUAAAAAGH RRRRRUUUUGH RRROAA OOOUUAAAAAARRRLRLR AAAUAUURRRRGHGHG

Essencinildo: Mesmo em episódios melhores como esse, Lower Decks continua sem graça e com histórias que fazem bem pouco sentido. O excesso de referências parece mais um tapa-buraco para a falta de criatividade latente, e isso torna-se tão repetitivo e vazio que acho que nem o Sr. Beiçola, que é um assaz apreciador de referências, deve aguentar mais esse show de easter eggs cada vez mais gratuitos. Ao menos falta bem pouco para acabar essa decepcionante e interminável tempora…

*BZZZZZZZZZZZTTT*

NOTA DO EDITOR: Como de habitual, o Essencinildo sumiu repentinamente enquanto dava sua opinião, porém mais uma vez transcrevemos o efeito sonoro que pôde ser ouvido no exato momento em que ele para de falar. Pois é… aquele já conhecido e “misterioso” tiro de phaser

Deixe você também suas primeiras impressões do episódio na seção de comentários abaixo. Mas lembre-se: somente as opinões da equipe do Tá Bom ao Vivo são as DEFINITIVAS!

COMPARTILHE!